#SessãoPipoca - Como Eu Era Antes de Você

11:00


Olá pessoas! Eu sei que to meio atrasada pra falar de Como Eu Era Antes de Você, mas eu queria muito ter toda a experiência de assistir no cinema e só consegui ir agora. Primeiro deixa eu falar que minhas expectativas pra ele não eram altas, eu amei muito o livro (tem post aqui) e não tava esperando me emocionar justamente por já saber o final. Ah, como eu sou trouxa. Fui pro cinema até de rímel, achando que ia sair ilesa dessa tortura emocional em forma de filme. O resultado foi uma enorme cara de panda e uma caminhada até o banheiro com todo mundo me encarando. Mas enfim, vamos falar desse filme que me surpreendeu de um jeito especial e que já ganhou um lugarzinho especial no meu coração.


A história é sobre a Louisa Clark e o Will Traynor. Ele era um homem super bem-sucedido, apaixonado por esportes radicais, com uma namorada linda, um apartamento maravilhoso e várias viagens na bagagem. Só que um dia ele foi atropelado por uma moto e tudo isso mudou. Ele acabou ficando tetraplégico, se mudando pra casa dos pais no interior da Inglaterra e excluindo todo mundo que tentava se aproximar durante dois anos. Até que a Lou foi contratada pra fazer companhia pra ele durante a semana. Ela tinha acabado de perder o emprego de anos e realmente precisava do dinheiro pra ajudar seus pais em casa, então mesmo o Will sendo um mala, ela continuou lá. Com o tempo, os dois foram se aproximando e essa relação transformou os dois de um jeito que nenhum deles esperava. 


Primeiro deixa eu falar como eu me apaixonei por Louisa Clark. Lendo o livro eu já simpatizava com ela, sempre com um jeito doidinho, um senso de moda duvidoso e o talento de ver o lado positivo em todas as coisas. Mas vendo o filme, meu amor pela personagem aumentou demais! A escolha da atriz (aliás, de todo o elenco) não podia ter sido mais perfeita, Emilia Clarke me impressionou demais. Não vi ela atuando em outros papéis, não assisto Game of Thrones, mas nesse ela se encaixou com perfeição. Desde as expressões faciais até o jeito de falar, tudinho se encaixou com essa personagem que é tão única. Ela segura todos os looks mais loucos como se tivessem sido feitos pra ela e entra na personagem de um jeito que nem todas as atrizes conseguem, saí da sessão admirada com essa moça. 


Outro que merece destaque é o Sam Clafin. Já tinha visto ele em Jogos Vorazes mais nunca me chamou atenção, talvez o personagem não tivesse espaço pra isso. O que mais me impressionou foi o cuidado de não se mexer durante todas as cenas, imagina ter que ficar paradinho, quase estátua. Eu não daria conta. Além disso, nas cenas em que o Will sofre, tanto física quanto emocionalmente, eu realmente acreditei no que ele estava tentando passar. Achei todo o elenco muito bem escolhido, realmente foi um time de excelentes atores. 


Falando sobre as mudanças do livro pro filme, quem assistir depois de ler vai sentir falta de muita coisa. O filme foi feito pra focar na situação do Will e no que ele estava passando naqueles seis meses, qualquer drama que não o envolvesse foi cortado do roteiro. No livro, por exemplo, as ações confortáveis e o medo de arriscar da Lou são explicados por um abuso sexual anos antes. Tem também o comportamento errado do pai do Will e todos os problemas envolvendo a situação da Treena, irmã da Louisa, e do filho dela. Os passeios dos dois também foram reduzidos, tudo acontece mais rápido. Claro que, enquanto eu assistia, ia sentindo falta de uma coisa ou outra, mas eu também entendo que adaptar toda aquela história pra duas horas não deve ter sido fácil e, no fim das contas, a essência da história e dos personagens foi mantida brilhantemente. 


Outro show foi a trilha sonora. Além de muito Ed Sheeran, o que já me faz chorar só por ser ele, o filme conta com músicas que intensificam suas reações com relação as cenas. Cada canção combina perfeitamente com os momentos em que são reproduzidas e realmente nos ajudam a entrar na história. O CD todo está disponível no Spotify e eu recomendo muito, foram faixas muito bem escolhidas. 


Já deu pra sacar que eu amei esse filme né? Juro que tava com as expectativas lá embaixo, nem achei que ia chorar, mas me surpreendeu demais. Muito bem feito, captou tudo o que a autora quis passar no livro naquelas duas horas. Assistam, vocês vão rir e chorar, tudo ao mesmo tempo, é maravilhoso! 

E vocês, já viram o filme? Curtiram? Me contem nos comentários. Mil beijos! 

You Might Also Like

12 comentários

  1. Eu ainda não tive o prazer de ver esse filme mas agora estou mais motivada,verei com certeza!!

    ResponderExcluir
  2. Ainda não assisti, mas li o livro e tô louca pra conseguir parar e conseguir assistir esse filme! Só vi comentários positivos, só me magoei por saber que tiraram a cena do labirinto, mas como você disse, deve dar pra se adaptar a história mesmo assim! Amei esse post <3
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tava muito curiosa pra saber como o filme ia lidar com a cena do labirinto, e apesar de não ter aparecido, o resto do filme compensa a ausência. Que bom que gostou do post!

      Excluir
  3. Uau! deve ser lindo mesmo esse filme, vou assistir
    bjs

    www.poemanaocaidemoda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assiste sim, é maravilhoso!

      http://blogdolcedulce.blogspot.com.br/

      Excluir
  4. Sabe que eu também amei eu não achei que ia me emocionar tanto (por também já ter chorado horrores lendo o livro) porém chorei demais o filme foi focado totalmente no romance Lou e Will e isso não deixou nada a desejar foi tudo do jeitinho que imaginei mas o que mais me encantou foi a caracterização da Emilia ficou demais ♥.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo demais, esse filme me emocionou do começo ao fim!

      Excluir
  5. nao conhecia mas fiqei curiosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá uma chance, tu vai gostar!

      Excluir
  6. Ainda não assisti, mas estou louca para ver ♥

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, os comentários serão respondidos quando possível!

“Quando Deus muda nossos planos é porque algo vai melhorar. Confie.” Salmo 37.5

Subscribe