#MaratonaNetflix - Santa Clarita Diet

11:00


Olá pessoas! Voltei pro Netflix e to me sentindo no De Volta pra Minha Terra do Gugu haha. Tava tudo muito corrido por aqui e eu acabei ignorando um pouco minhas séries, o que me deixava mal cada vez que saia uma nova, mas agora que as coisas se acalmaram eu to colocando todas em dia. Santa Clarita Diet acabou de ser lançada na plataforma e me chamou atenção por diversos motivos: é uma estreia e eu tava com saudade de assistir as coisas no início da repercussão, tem a Drew Barrymore como atriz principal, tava todo mundo fazendo publi no insta, o que significa que a Netflix investiu real, e é rapidinha e boa de assistir assim de uma vez só. Vi todos os episódios em um dia e vim contar pra vocês o que eu achei do programa que marcou o meu retorno ao viciante mundo das séries. 


Comecei a assistir totalmente às cegas, mais pelo elenco mesmo, então foi um choque quando soube que tinha relação com zumbis. Não vou mentir que isso me desanimou um pouco, não sou fã desse tipo de história, mas dei uma chance e me surpreendi. A Sheila (Drew Barrymore) e o Joel (Timothy Olyphant) são casados e apaixonados desde o colegial, tem uma filha adolescente meio revoltadinha e são corretores de imóveis. Apesar de uma vida boa, a Sheila sente falta de alguma coisa, quer ser mais corajosa, impulsiva e menos certinha e obediente. No meio de uma visita com clientes em uma casa que eles estão vendendo, ela passa mal e vomita MUITO, saindo até uma coisa que mais parece um órgão. A partir daí eles começam a perceber coisas estranhas como o fato de o coração dela não bater, ela não sentir dor e o sangue dela estar muito pastoso, ao ponto de só sair quando ela espreme. A solução é pedir ajuda ao filho do vizinho, o Eric, que tem uma queda enorme pela filha do casal, a Abby. Ele chega a conclusão que ela virou um zumbi, mas não pode ajudar muito mais do que isso. Junto com a condição estranha, Sheila fica impulsiva e corajosa, tudo que ela queria ser antes, mas o problema começa na hora de se alimentar. Ela começa com carne crua mas acaba evoluindo pra carne humana, o que cria um problema para o casal, que tem que descobrir um jeito de alimentar a mulher além de procurar saber como ela pegou esse vírus estranho e como ela pode ser curada. 



Me surpreendi com essa série porque não esperava rir tanto. Eles abordaram o mundo dos mortos-vivos de um jeito que eu nunca tinha visto antes, trazendo toda uma nova visão para o assunto. A parte mais cômica do seriado pra mim é a naturalidade com que eles lidam com o "problema" da Sheila. Os diálogos são muito engraçados, eles se chamando de querido e querida enquanto ele tava surtando e tentando se controlar é muito engraçado. Um show a parte são os vizinhos doidos dele, pense numa vizinhança perturbada. Logo que a personalidade nova da Sheila começa a aparecer, as mulheres ao redor tomam decisões que complicam suas vidas de casados. O jeito como a filha do casal lida com tudo isso também é interessante, a personalidade dela se mostra conforme a história se desenrola. Essa série é perfeita pra maratonar, são 10 episódios com mais ou menos 30 minutos cada. São todos super leves, você assiste de uma vez e nem percebe. Ainda não se confirmou uma segunda temporada, mas o fim da primeira deixou um gancho para outros episódios que abordem o autocontrole e a deterioração da Sheila. 

E aí, vocês já assistiram a série? Curtiram? Me contem nos comentários e me indiquem outras no mesmo estilo. Mil beijos!

You Might Also Like

1 comentários

  1. Eu to assistindo e to amando *U*

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, os comentários serão respondidos quando possível!

“Quando Deus muda nossos planos é porque algo vai melhorar. Confie.” Salmo 37.5

Subscribe